IATA ajusta previsão de prejuízos da aviação mundial para USD 314 bilhões, em razão da COVID-19

A Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA) ajustou, na última terça-feira (14/04), a previsão de perdas da aviação comercial em todo o mundo. Segundo o comunicado oficial, as companhias aéreas deverão arcar com um prejuízo de 314 bilhões de dólares americanos. A nova previsão superou em 25% a previsão anterior, que era de USD 252 bilhões.


Não é segredo que a pandemia do novo coronavírus atingiu em cheio o setor da aviação civil, já que os voos comerciais foram reduzidos a praticamente zero, mantendo-se apenas as operações essenciais.


O Diretor Geral da IATA, Alexandre de Juniac, disse em entrevista à Reuters TV que "a recuperação deverá ser mais lenta e a crise mais profunda do que imaginávamos a um mês atrás".


Fonte: NY Times.







4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Direito Aeronáutico